Em dia de Brasil na Fórmula 1 com Fittipaldi, Leclerc repete Vettel e bota Ferrari no topo novamente

Após Vettel ser o mais veloz na abertura da pré-temporada, monegasco lidera tabela de tempos nesta terçaa e fica a apenas 0s086 de alemão; Pietro substitui Magnussen à tarde


Por José Neto em 19/02/2019 às 17:13 hs

Repetindo a boa performance do companheiro Sebastian Vettel na abertura da pré-temporada, Charles Leclerc foi o mais veloz no segundo dia de testes, colocando mais uma vez a Ferrari no topo da tabela de tempos, nesta terça-feira, em Barcelona.

A melhor marca do monegasco, com 1m18s247, o aproximou bastante do companheiro, com diferença de apenas 0s086 entre os dois. No quesito voltas dadas, o alemão teve um dia mais proveitoso, com 169 giros no circuito espanhol, contra 157 de Charles.

Assim como Leclerc emulou Vettel, Lando Norris fez o mesmo com o companheiro Sainz, dando indícios de uma melhora considerável da McLaren em 2019. Ambos terminaram no segundo lugar em seus respectivos dias de atividades. Contudo, o novato desbancou o tempo do veterano por um fio de cabelo, ou 0s005, e anotou o terceiro melhor tempo geral da pré-temporada (atrás apenas de Vettel e Leclerc). Sainz, no entanto, completou mais voltas (119) do que Norris (104).

O segundo dia de atividades marcou também a presença de um piloto brasileiro novamente na Fórmula 1. Isso porque Pietro Fittipaldi assumiu a Haas após Kevin Magnussen, que encaixou um bom terceiro melhor tempo, sofrer um problema no banco do carro e precisar abandonar os treinos de forma precoce. Foi um dia, aliás, feliz para a família Fittipaldi, já que coincidiu com a confirmação de que Enzo Fittipaldi correrá na Fórmula 3 Regional Europeia em 2019. Pietro completou 13 voltas e ficou com o 12º melhor tempo (1m21s849).

Novamente a Mercedes não se incomodou com o quesito voltas rápidas. Enquanto Bottas foi o sexto, Hamilton foi o décimo. O time muito certamente ainda tem muita performance guardada para quando o campeonato "começar de verdade". Juntos, os pilotos completaram 163 voltas, sendo 89 de Bottas e 74 de Hamilton.

 

Rodadas, escapadas e afins

 

A sessão transcorreu tranquila, sem a neve do ano passado ou acidentes mais graves. Além de algumas escapadas e rodadas, como no caso de Daniel Ricciardo, apenas duas bandeiras vermelhas marcaram a sessão - uma com Alexander Albon no início e a outra com Gasly faltando uma hora para o fim do segundo dia de testes.

 

Ricciardo

 

O australiano vinha a toda velocidade na reta principal, rumo a curva 1, mas com parte da asa traseira quebrada - muito provavelmente por causa da nova e maior abertura da asa móvel (DRS). Na hora de frear, perdeu completamente a traseira do carro, rodou e foi parar na brita. Por sorte, conseguiu "estacionar" a sua Renault sem maiores danos no carro. Contudo, o problema encerrou a participação do australiano no segundo dia de testes.

Albon

 

Ainda se adaptando aos carros da categoria, o tailandês teve dois momentos em que perdeu o controle do carro. No primeiro, foi parar na brita e decretou bandeira vermelha. No segundo, contudo, rodou mas conseguiu seguir na pista sem maiores problemas.

Gasly

 

O segundo dia de atividades transcorria bem para o francês da RBR. Mas com uma hora para o fim, Pierre perdeu o controle do carro na entrada da veloz curva 9, rodou e bateu com a traseira no muro, tendo de abandonar o restante da sessão. Apesar do impacto, Gasly saiu do carro ileso.

Honda em mais um dia de durabilidade

 

Deixando para trás as cenas lamentáveis que marcaram as últimas pré-temporadas, os carros equipados com os motores Honda deram mais uma exemplo da melhora em durabilidade. Os dois carros equipados com a unidade japonesa somaram 224 voltas nesta terça-feira, sendo 132 para Albon e 92 para Gasly. Desde o início dos testes, na segunda, nenhum problema parece ter atrapalhado as equipes que usam o motor nipônico.

Nada de Williams...

 

Com problemas na montagem do FW42, a Williams ainda não estreou na pré-temporada da F1.

Os testes de pré-temporada retornam nesta quarta-feira para o terceiro dia de atividades. A ação na pista começa às 5h de Brasília, com o tempo real dando início à transmissão a partir das 7h. Confira abaixo a provável escalação dos times.


Fonte: https://globoesporte.globo.com/motor/formula-1/noticia/em-dia-de-brasil-na-formula-1-com-fittipaldi-leclerc-bota-ferrari-no-topo-pelo-segundo-dia-seguido.ghtml



Deixe seu Comentário


 topo

Seja visto por centenas de pessoas diariamente

Cadastre-se agora mesmo em nosso guia comercial, conheça agora mesmo nossos planos !